Folia de Reis – Reza e Catira

Durante as comemorações ligadas ao ciclo natalino são realizadas, no âmbito do catolicismo popular, as Folias de Santos Reis. Os “giros” de folia começam, em geral, no dia 25 de dezembro e encerram no Dia de Reis, 06 de janeiro, com a entrega da Bandeira. Além dos conhecidos hinos ou cantos de folia, relacionados à narrativa do nascimento de Cristo e à jornada dos reis santos até Belém, cultiva-se durante os giros da folia um gênero de música com dança denominado Catira. Uma espécie de sapateado com palmas, dançado em grupos ao som de uma dupla de violeiros que entoam modas e recortados. A Catira, conhecida também como Cateretê é comum no centro-oeste e sudeste brasileiro e está ligada às festas e a religiosidade do campo, assim como as folias. A Catira é dançada predominantemente por homens – em alguns grupos a participação da mulher é proibida, tanto na comitiva da folia quanto dançando Catira, mas esse fato está mudando e cada vez mais mulheres cantam folia e dançam catira, inclusive com o surgimento de grupos totalmente femininos. Além da catira, são comuns durante o período as rezas e ladainhas cantadas ao pé do presépio. Estes áudios foram gravados na Cidade de Goiás entre os dias 01 a 06 de Janeiro de 2017 em diferentes casas durante o giro da Folia de Reis. O canto em terças paralelas, acompanhado da viola caipira, cavaquinho e violão é a marca da sonoridade desta dança que acompanha o rasgueado da viola com palmas e sapateados, proporcionando uma espécie de acompanhamento percussivo nos interlúdios das modas e recortados.

1. Catira – Moda e Recortado (Cidade de Goiás, 04.01.2017)
2. Catira – Moda e Recortado (Cidade de Goiás, 04.01.2017)
3. Ladainha de Nossa Senhora (Cidade de Goiás, 06.01.2017)
Compartilhe nas suas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *